Abundante Graça - Amor Envolvente

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017 Nenhum comentário
Como explicar o amor de Deus por meio de sua Graça? Sendo único e incomparável. Amor que nos permitiu sermos alcançados sendo nós miseráveis pecadores. Graças á Deus, porque é favor imerecido, pois se fosse por mérito, eu jamais teria ou quem teria? Quem seria digno? Alguém se julga ser merecedor da graça de Deus? Deus não deve nada à ninguém, ele seria infinitamente justo se condenasse todos, esse é o mérito que temos, por o aborrecer e transgredir sua lei. Diante dessa nossa condição depravada, escravizados pelo pecado que nos foi herdado, amante de nós mesmos, mortos em nossos delitos, sendo reconhecidos como filhos da irá, Deus com seu muito amor, envia seu filho Jesus para que toda condenação que estava sobre nós, caísse sobre ele e sendo Ele inocente se fez maldito em nosso lugar, para que aquele castigo nos trouxesse paz, nos permitindo ser chamados amigos de Deus. Paulo vai falando que Deus demostra o seu amor, morrendo por nós sendo nós ainda pecadores, pois por um justo poderia ser que alguém se alegrasse a morrer, mas por um injusto, só Deus (Romanos 5). Quem buscaria a Deus? Não há um se quer que faça isso. (Romanos 3. 10-11)
Maravilhosa Graça, misericórdiosa, amorosa, cheia de compaixão, sublime, verdadeira, indecifrável, imarcescível. Esse amor que não exige sacrifício nenhum, pois toda dívida foi paga por Ele mesmo.
A Graça de Deus é poderosa e atrativa. Somos atraídos por ela e ao mesmo tempo convidados para sermos participantes dos benefícios que ela oferece. Uma vez alcançados somos transformados em uma nova criatura que por sua vez nos presenteia com a salvação em Cristo Jesus. Somos alcançados mediante o poder transformador da Graça. A velha natureza é sufocada pela ação da Graça em nós. Pergunto o que fazer diante de tão maravilhosa Graça? Não há alternativa se não reconhecer nossa condição de pecadores necessitados dessa graça. Somos atraídos por uma Graça Irresistível e por ela somos lavados até Cristo e Cristo nos leva até Deus. Isso me mostra que de nenhuma outra forma conseguiríamos ver a Deus, pois quem seria justo se Jesus não o justificasse?
Na sua Graça, Jesus, nos permite conhecer Deus, para que tenhamos um relacionamento íntimo com Ele. Conhecer a Graça de Deus é uma experiência que nos leva a entender qual é a sua vontade para nossa vida, e ao mesmo tempo nos leva a calcular o valor da eternidade na presença de Deus. Buscar intimidade com o Senhor não é apenas um relacionamento entre o Divino e o homem, mas ser participantes das maravilhas que Ele pode nos dá, mesmo que o que Ele nos dê seja somente a doçura da sua presença que é mais que suficiente.
Viver sem a Graça de Deus é como estar em um deserto árido onde não há vida, e as chances de sobrevivência são mínimas, se não houver resgate, o resultado será a morte física. Viver sem o amor de Deus é viver em completo desamor, solidão e esquecimento. Vida sem a Graça é aprisionamento, pois só ela nos liberta dos grilhões do mundo, do julgo pesado da religiosidade, de cadeias que estão dentro de nós.
Mil vezes ser escravo do amor de Deus, do que viver em cadeias de pecado. Dez mil ser escravo da graça, do que ser escravo de sí mesmo, pois em nós não há bondade. Quão maravilhosa Graça. Seu valor é incomparável, indecifrável e imensurável. O preço do sangue derramado na cruz transcende os valores terrenos.
Os propósitos de Deus passam a se tornar claro para nós a partir de um envolvimento com sua Graça que nos faz entender dentro de nossas limitações a vontade de Deus para nossa vida. Portanto, diante desse grande amor, não nos resta alternativa se não deixar que o Senhor nos encha com seu amor, que nos transborde.
Que cresçamos nEle em vida, pois caminhando na Graça chegaremos à maturidade e conhecimento no Deus de toda Glória.
Bia M. - Maravilhosa Graça

Calma Moça, Você vale mais.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017 Nenhum comentário

Muitas mulheres acabam ficando desesperadas. Por estarem famintas de atenção e afeto, contentam-se com rapazes que não sabem nem o básico de como se tratar uma mulher. Impacientes, não confiam que Deus possa ter algo melhor para elas. Então, acabam cedendo. Entregam-se a homens que, na verdade, sequer merecem que elas os olhem duas vezes.

Homens semelhantes a Cristo, que aprenderam a tratar uma mulher com dignidade e respeito, são raros. Muitas vezes, até mesmo aqueles que frequentam a igreja e tocam músicas de louvor no violão acham-se bastante aquém dos padrões do Senhor. Muitos homens cristãos utilizaram o exemplo dos conquistadores de Hollywood como padrão para suas atitudes diante do sexo feminino, em vez de se espelharem no modelo de honra às mulheres que é Jesus Cristo.

Da mesma forma, muitos homens desistem de esperar por uma moça realmente consagrada a Deus. Pode-se dizer que pouquíssimas garotas no mundo de hoje sejam exemplos de uma ‘’princesa de pureza’’, isto é, uma mulher que separa totalmente o seu corpo, o seu coração e a sua mente para o seu futuro marido.

A triste realidade, contudo, é que a maioria das mulheres modernas age de forma manipuladora, provocante e egoísta ao se relacionar com o sexo oposto. Elas brincam com o coração dos rapazes, trocam sua preciosa pérola de pureza pelo prazer temporário. Assim como é difícil para uma jovem acreditar que exista um príncipe encantado semelhante a Jesus Cristo, também é difícil para um homem de integridade confiar que Deus lhe dará uma mulher que está vivendo de forma separada para ele.
Entretanto, apenas quem se recusa a rebaixar seus padrões colherá as mais puras recompensas.

Os jovens homens de Deus acreditam que se as meninas mantivessem elevados os seus valores, em vez de se conformarem com homens medíocres, os rapazes se veriam forçados a realizar sérias mudanças em sua masculinidade. Mesmo que zombem de você, a ridicularizem ou a ignorem por causa de sua posição, esteja certa de que Deus a honrará pela sua escolha. Ele pagou pelo tesouro que é o seu coração, dando o seu próprio sangue. Todavia, quando você permite que sua feminilidade seja pisoteada na lama, você despreza o incrível sacrifício que Ele fez para você. Você é uma filha do Rei, então, espere por um homem que tenha sangue real correndo em suas veias.

♡ Leslie Ludy

Mulher que se preza não corre atrás de homem | Renata Veras "Entre Aspas"

segunda-feira, 27 de novembro de 2017 Nenhum comentário

Mulher que se preza não corre atrás de homem!



Isso soa estranho pra você? Pois não deveria.
E esse negócio de que correr atrás de homem é sinal de liberdade, autonomia, empoderamento feminino é conversa fiada. A palavra que melhor define tal atitude é desespero.
Acredito sim que a mulher sabe bem o que quer e que sabe ir atrás do que quer. E uma mulher que se preza não quer ter que mendigar carinho, não quer competir com outras tantas, não quer se sentir insegura com relação ao interesse do seu par. Uma mulher que se preza há de querer um homem que saiba assumir o seu lugar de homem, que saiba tomar iniciativa e que lhe dê segurança com relação ao seu amor.
Deus criou o homem para ser o cabeça, o líder. Se um homem não consegue tomar a iniciativa pra conquistar você, essa é uma boa dica de que ele não será o líder que você precisa. Homem de verdade toma a iniciativa e vai atrás do que quer.
Se utilizar de artifícios e artimanhas pra seduzir e chamar a atenção não costumam ser bons sinais. Sensualidade nunca esteve entre as virtudes bíblicas, mas sempre esteve listada entre as obras da carne, fruto de nossa natureza pecaminosa. Nas Escrituras, toda vez que uma mulher persegue um homem ela é considerada imoral.
A mulher que reconhece seu lugar na obra criativa de Deus sabe de seu valor. Sabe também que tem um Pai que cuida de cada detalhe de sua vida, inclusive de seus relacionamentos. Ela sabe o que o melhor negócio é esperar... e espera tranquila.
Se você precisa correr atrás de um homem, das duas uma: ou ele é um 'bocó' ou ele não está interessado em você. Nos dois casos, não acho que ele seja um bom negócio pra sua vida. A verdade é que quem muito corre atrás um dia acha... e pode acabar não gostando muito do que achou.


Renata Veras (@mulheresemapuros )

Quando Começar Orar pelo seu casamento (Clinton Ramachotte )| Entre Aspas

sexta-feira, 17 de novembro de 2017 Nenhum comentário

 

QUANDO COMEÇAR ORAR PELO SEU CASAMENTO


Em dias como os de hoje, é difícil encontrar jovens que, mesmo solteiros, já pensam ou até sonham em um dia construir uma família. Mas pela graça de Deus, é possível ver tais pessoas, mesmo tão novas, pensando em um dia constituir uma família.

Existem alguns princípios básicos que nos ensina em como devemos pensar isso.

O pensamento em construir uma família deve estar focado em somente uma coisa: glorificar a Deus (1 Coríntios 10.31). Pensar em um dia constituir uma família à parte deste versículo é uma grande tolice. O jovem cristão (moças e rapazes) deve ter como foco glorificar a Deus através do casamento. 
É antí-bíblica a ideia de se casar para “ser feliz” ou para “ser amado” somente. Meu pastor costuma dizer que “o casamento tem como princípio glorificar a Deus e fazer o outro feliz”. Não se trata do “eu”. Podemos entender que o casamento não é para aqueles que querem somente receber. Tendo como premissa a ideia de construir uma família que glorificará a Deus, você estará começando da maneira certa. . “Sou solteiro(a) e muito jovem, posso já pensar em casamento, tendo como base a explicação acima?” A resposta é: sim, deve! Porém, é necessário que deixemos algumas coisas claras sobre “pensar em casar”. É bem óbvio que existem moleques de 25 anos e homens de 18. Meninas de 24 e mulheres de 17. Sim, são casos um tanto quanto raros, mas existem. Porém, gostaria de partir do exemplo usando a idade.

Pensar em casamento não é errado. 
O grande problema que encontramos hoje é que existem muitos MOLEQUES (imaturos) que querem usufruir dos benefícios de um HOMEM (maduro), mas não querem suas responsabilidades. Se você é um rapaz e é solteiro, comece desde agora orando, estudando a Palavra e vivendo uma vida piedosa. .
É tolice pensar que você fará isso depois de casado. 
É altamente recomendado que você pense em casar, mesmo ainda jovem, mas isso não significa que você deva namorar agora, nem que você deva ficar procurando moças em tudo quanto é canto.


Lembre-se do que Paulo disse: “O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor;” (1 Coríntios 7:32). O mesmo princípio serve para as moças. Pensar no casamento agora, ainda jovem, não é errado. Errado é não se esforçar para amadurecer agora, enquanto ainda é solteira.

A Bíblia declara que “Do Senhor vem a esposa prudente” (Provérbios 19.14). Está explícito aqui que a esposa prudente vem do Senhor, mas creio piamente que o esposo, da mesma forma, deve vir do Senhor. Portanto, moças e rapazes, não se envolvam com qualquer um, não deem bola para qualquer um.

Irmão, a mulher da sua vida deverá ser submissa à você da mesma maneira que a igreja é submissa à Cristo (Efésios 5.24). Irmã, o homem da sua vida deverá lhe amar da mesma maneira que Cristo amou a igreja e se entregou por ela (Efésios 5.25). Se não for desta maneira, com certeza ele não será um marido que, ao seu lado, glorificará ao Senhor. Reflita nisso!
Que Deus vos conserve na obediência à Sua Palavra, pois somente assim é possível ter um casamento que O glorifique. Afinal, se não glorifica a Deus, é inútil. 

Jesus Cristo não é o plano B ( Daniel Gardner) | Entre Aspas

terça-feira, 14 de novembro de 2017 Nenhum comentário

JESUS CRISTO NÃO É PLANO B

Persiste no Cristianismo moderno um ensino sútil, mas diabólico. É a idéia de que, uma vez salvo pelo Senhor Jesus Cristo, cabe ao cristão somente a responsabilidade de glorificar a Deus com suas próprias forças. Nessa visão, Jesus Cristo é um mecânico, e uma vez concertado o carro (vida cristã), o cristão segue na sua jornada sozinho. Até quebrar o carro novamente.
O cristão é instigado a se exaustar, muitas vezes cumprindo longas listas de exigências, para tentar 'glorificar a Deus' por forças próprias. Somente quando a vaca vai pro brejo, e você se pega pecando, é que se recorre ao socorro do Senhor Jesus. Ele é o último recurso. O estepe. O plano B quando nosso plano não dá tão certo.

O antídoto se encontra na oração de Jesus Cristo, transcrita em João 17, aonde lemos essas lindas palavras: "Pai, chegou a hora. Glorifica teu Filho, para que também o Filho te glorifique."
O Pai é glorificado quando o Filho é glorificado. E só. Não há outro meio de glorificar o Pai se não por meio do Filho.
Isso é uma tremenda lição e encorajamento para os filhos de Deus. Cristão, não pense por um segundo que sua necessidade de Jesus Cristo é de alguma forma um sinal de imaturidade. Não! Você foi criado para confessar sua incapacidade. Você foi transformado para confessar sua necessidade de Jesus. Você foi salvo para reconhecer — a cada manhã — que Jesus Cristo é o único que cumpriu as exigências da glória de Deus e, portanto, o único que expressa toda a glória de Deus.
Não seja tímido em reconhecer que seu Salvador é todo-poderoso, magnífico em amor, misericórdia e santidade.
Glorificar a Deus através de Jesus Cristo sempre foi o plano divino. Desde antes da fundação do mundo. Não há plano B. Cristo é a Alfa e o Omega da glória, para todo sempre, amém.

Santidade no Amor. #2part

sábado, 11 de novembro de 2017 Nenhum comentário


              “Amor é mais serviço do que sentimento.”
          (John Stott) 


  Vivemos em um mundo  que não há mais amor ao próximo, aonde pessoas pensa mais em si próprias do que nos outros, em um lugar que pessoas usam o próximo e amam as coisas, e o mais importante é ter dinheiro do que estar em paz com as pessoas, É claro que neste mundo não há amor, esse amor que não encontramos em nós mesmos, somente em Deus. O Apóstolo Paulo deixa claro em uma das suas cartas que antes nós odiavam uns aos outros, mas hoje sendo novas criaturas amamos, devemos demonstrar amor ao próximo, vivendo de uma forma totalmente diferente da qual vivíamos. Aliás o amor é um caracteristica de um cristão, porque Todo aquele que ama é nascido de Deus (1 Jo 4.7). E nós amamos hoje porque Deus nos amou primeiro e provou o seu amor lá na cruz por nós, esse amor que não é egoísta, não é cego, Ele nos conhece e sabe que somos pó, quando ele nos comprou já sabia o que estava comprando, somos fracas, pecadoras e mesmo assim Ele nos salvou e amou !

Agora que vocês purificaram as suas vidas pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração.Pois vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente.  (1 Pedro 1:22,23) 


A purificação vem pela a obediência as escrituras, somente alguém cuja "alma" foi purificada e salva pode amar dessa maneira. Que maneira?? Fraternal e verdadeira, um amor que demonstra  afeição, caridade, e não é fingido ou que faz por obrigação/mandamento, é esse amor que hoje habita em nós cristãs, esse amor que aconlhe sem olhar a quem.  E por que a importância de amar? Da mesma forma que o nosso Deus é amor e ama, devemos ser assim, amar os outros e os ajudar nas suas necessidades, o amor não é só por palavras e sim com atitudes. As atitudes falam mais do que mil palavras pode parecer clichê essa frase, mas é uma grande verdade!
E o Espírito Santo usa a palavra para nos conduz a luz, e é essa verdade que nos salva, ela é viva e não morta (como dizem muitos), ela vive eternamente. Aleluia!

Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’.
O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes".
  (Marcos 12:30,31)


Só é possivel amarmos uns aos outros dessa forma, quando conhecemos á Deus e o amamos, ele se entregou por nós na cruz por amor a nós e devemos ser assim, doar-se ao nosso próximo, pensar no bem do próximo ao invés de nós. E é dessa forma que devemos amar, de uma forma genuína, que ajude sem querer recompensas. 
 Até nós mulheres que temos aqueles momentos de TPM, não praticamos muitas vezes o amor e assim pecamos, devemos nos desviar desses sentimentos maus, claro que não só na TPM porém em todo o tempo, infelizmente nós pecamos bastante nisso, minha oração é que o Senhor nos ensine em todo o tempo a amar da mesma forma que Ele nos amou, e é isso que quer dizer santidade no amor, vemos que a santidade não é só no modo que vivemos mas até no "simples" sentimento devemos praticar a santidade.

 Que glorifiquemos á Cristo em tudo !



 - Yas Almeida. 

Santidade em nossa vida #Part1

sexta-feira, 3 de novembro de 2017 Nenhum comentário

Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para a ação; sejam sóbrios e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Jesus Cristo for revelado. Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância. Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: "Sejam santos, porque eu sou santo".

Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês. Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito,conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês. Por meio dele vocês creem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou, de modo que a fé e a esperança de vocês estão em Deus. (1 Pedro 1:14-21)


Como novas criaturas devemos viver uma vida santa, separada do pecado e guiada pelo o Espírito Santo. Quando fomos resgatadas pelo sangue precioso de Jesus passamos a ter uma nova natureza, os desejos que tínhamos e até os pecados cometidos passam a ser quase nada comparado com atitude de Jesus lá na cruz por amor á nós, Somos agora pessoas regeneradas e justificadas por meio da fé em Jesus Cristo, não andamos ou pecamos como antes. Agora nossa vida é vivida para glória dAquele que nos chamou.

Mas, quantas vezes nós nos sentimos tão incapazes diante das tentações?

Nessa passagem o Apóstolo Pedro exorta a igreja sobre a necessidade de santidade. Por que sermos santos? Não somos perfeitos como seremos totalmente separados?

Perguntas como essas percorre nas mentes de muitas cristãs. Sabemos que não é fácil essa vida, pois ainda temos uma natureza corrompida pelo o pecado, mas como o autor disse no vs. 13, que possamos andar em santidade com a certeza da vinda de Cristo, essa esperança deve ser o que nos dá força para lutar contra o pecado, devemos pensar no futuro glorioso com Cristo e não nesta vida, devemos desfocar os nossos olhos deste mundo e focar nAquele que nos deu vida. Devemos ter o domínio próprio e, às vezes, quando estamos fora de nós pecamos constantemente e acaba que isso nos guia pela a vida, e não é assim, nós como cristãs devemos ter consciência do que vamos fazer não podemos andar nesta vida desapercebidas. Também devemos viver essa vida ansiando pelo o futuro grandioso, passaremos a eternidade com o nosso Deus e esse deve ser o pensamento de cada cristã. Resumindo: nosso pensamento tem que estar centrado em Cristo na sua volta, ansiando por este glorioso dia. 


Como cristãs devemos nos desviar do caminho do nosso coração que é totalmente corrupto e nos leva a voltar as antigas práticas pecaminosas; O Apóstolo Pedro nos exorta que não vivamos da mesma forma que vivíamos, agora andemos em santidade. Mas por que andarmos em santidade?

1) O Senhor nos chamou, e o nosso Deus é Santo, Ele nos chamou para andar em santidade, quando entendemos essa verdade não andamos de qualquer jeito, andamos da forma pela a qual fomos chamados. O desejo do Pai é que sejamos santos como Ele é. 

2)Sabemos que a salvação não é por obras, mas seremos também julgados COM JUSTIÇA pela as nossas obras, e  a evidência que somos salvos é que nossa vida não é mais vivida para nós e sim para glória do Pai. 


Por mais que não sejamos perfeitos, a santidade aqui não fala que NUNCA VAMOS PECAR, não! Aqui fala que aqueles que possuem essa nova vida com Cristo anseiam pela a santidade, pois sabem o porquê foram chamados pelo o Senhor. Mas devemos ter em mente constantemente de Quem nos salvou, não fomos libertos por prata, ouro ou algo do tipo, mas pelo o sangue precioso de Jesus. Ele é o Cristo que nos libertou, não fomos libertos por atitudes boas, mas libertos de nossas atitudes más.

E  o sangue de Cristo nos libertou, antes nós andavámos errantes  e o Senhor nos libertou de uma vida fútil, escravizada pelo o pecado, então, Ele nos libertou do pecado. Se hoje andamos em santidade foi por causa desse sangue precioso que nos resgatou! Cristo é suficiente! 

A santidade tem que ser uma característica de um Cristão e não ser uma santidade forçada ou obrigada, mas genuína. Cada cristão sente um desejo de viver em santidade não pra mostrar as pessoas que é santo, mas para glória do Pai. Somos  pecadoras que lutam dia após dia com sua natureza pecaminosa, para ter uma vida santa que glorifique Aquele que nos salvou! 


Soli deo Gloria !

                 
                          Yas Almeida 

 
Desenvolvido por Michelly Melo.